Vereadores se posicionam contra o decreto do Governo do Estado

por Deógenes Nogueira publicado 23/03/2021 18h20, última modificação 23/03/2021 18h24
O decreto restringe o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais do período das 05:00h até 19:00h

No dia 22 de Março, ocorreu a sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Barra do Garças, transmitida via Youtube e Facebook para todo o Brasil, A sessão foi marcada pelo debate acerca do decreto estadual que dispõe sobre restrições a aglomerações de pessoas, com a finalidade de reduzir os riscos de transmissão da Covid-19 no âmbito do Estado de Mato Grosso.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informou que nos dias 22 e 23 de Março foram registrados 1.132 casos em decorrência da covid no Mato Grosso. Deste total, foram registradas 125 mortes de pacientes em um período de 24 horas, na segunda-feira (22). Um triste recorde. A taxa de ocupação em UTIs públicas está em 98,84% e em 63% para enfermarias adulto.

O decreto restringe o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais do período das 05:00h até 19:00h, autorizando apenas o funcionamento normal das farmácias, os serviços de saúde, de hospedagem e congêneres, de transporte coletivo, transporte individual de passageiros por meio de táxi ou aplicativo, as funerárias, os postos de combustíveis, exceto conveniências, as indústrias, as atividades de colheita e armazenamento de alimentos e grãos, serviços de manutenção de fornecimento de energia, água, telefonia, coleta de lixo, não ficam sujeitas às restrições de horário do presente artigo, além de supermercados, em horários restritos.

O parlamentar Dr. Jaime (MDB)  considera o decreto estadual extremamente danoso aos comerciantes noturnos, ou seja, aqueles que atuam após as 19:00h. Em combate a situação crítica dos comerciantes e todos os problemas relacionados, como o desemprego e a impossibilidade de sustento.

Em consonância com o Dr. Jaime, Jairo Gehm (PRTB) também discursou contra o decreto estadual, alegando considerar os horários de funcionamento incoerentes, especialmente dos supermercados. O vereador ressaltou a importância da conscientização da população para evitar definitivamente aglomerações, como festas clandestinas, a fim de diminuir a taxa de contágio. 

Respondendo às demandas sobre contratação de novos profissionais da saúde, o presidente da Casa, Pedro Filho (PSD), informou ter acompanhado uma importante reunião entre o executivo e os vereadores para discutir a condução da crise ocasionada pela Covid-19. O prefeito colocou uma questão importante a respeito da aquisição de novos medicamentos que é a indisponibilidade de laboratórios para efetuar essa aquisição. 

Durante a leitura dos projetos de lei para aprovação, estava o projeto para contratação temporária de profissionais da saúde, especificamente 12 enfermeiros (as), sete fisioterapeutas, quatro farmacêuticos e 5 vigias.

Para encerrar seu discurso e em homenagem ao Dia Mundial da Água, o presidente leu um poema escrito pelo poeta Hélio Alves da Silva, funcionário da empresa Águas de Barra do Garças. O poema fala sobre a importância de conservar este recurso natural tão importante para a nossa sobrevivência.