Representantes do MLT se reúnem com Incra para discutir metas para 2016

por Konrad Felipe/Assessor de imprensa da Câmara de Barra do Garças — publicado 13/05/2016 14h35, última modificação 13/05/2016 14h50
Na manhã desta sexta-feira (13/5) o coordenador estadual do Movimento de Luta pela Terra (MLT) João Batista se reuniu com o executor da Unidade Avançada do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria (INCRA) Benier Marcos.

Na manhã desta sexta-feira (13/5) o coordenador estadual do Movimento de Luta pela Terra (MLT), João Batista, se reuniu com o executor da Unidade Avançada do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria (INCRA), Benier Marcos.

A reunião foi um pleito do MLT para apresentação de pautas e metas para 2016, e também uma tentativa de reduzir os trâmites burocráticos de encaminhamentos ao INCRA Nacional. “Nossa reunião busca primeiramente conhecer o novo gestor da unidade e apresentarmos nossas demandas ao INCRA. Temos no Estado de Mato Grosso mais de 4 mil pessoas esperando serem assentadas, só na região do Vale do Araguaia são 3 mil, esperamos que nossas reivindicações sejam atendidas” comenta o coordenador do MLT, João Batista.

“Vamos dar agilidade nos processos e nas demandas de movimento que caminha junto com o poder público em busca da dignidade das pessoas que mais precisam ser beneficiadas. A reforma agrária em nossa região está parada há muito tempo, e agora esperamos que daqui pra frente comece uma nova fase para a viabilização de recurso na questão da moradia que também passa pelo Incra” destaca o executor do INCRA, Benier Marcos.

Movimento de Luta pela Terra (MLT) é um movimento político-social brasileiro de luta pela reforma agrária que surgiu em 1994, na Bahia.