Após eleições, Câmara vota licença de vereador e alteração no Código de Postura do Município

por Konrad Felipe/Assessor de imprensa da Câmara de Barra do Garças — publicado 04/10/2016 16h25, última modificação 04/10/2016 16h55
Após o período eleitoral, a Câmara de Vereadores de Barra do Garças realizou sessão na noite de segunda-feira (3/10) e votou um projeto de lei complementar e uma resolução . Dos 12 que tentaram um novo mandato, 7 conseguiram se reeleger. Outros 8 vão assumir pela primeira vez uma das cadeiras do legislativo.

Após o período eleitoral, a Câmara de Vereadores de Barra do Garças realizou sessão na noite de segunda-feira (3/10) e votou um projeto de lei complementar e uma resolução. Dos 12 que tentaram um novo mandato, 7 conseguiram se reeleger. Outros 8 vão assumir pela primeira vez uma das cadeiras do legislativo.

Os vereadores votaram o projeto de lei complementar 05/2016 de autoria do vereador Kiko (PT), que altera o Código de Postura de Barra do Garças. O projeto altera os artigos 33,338,342 e 347, que dispõe sobre licença prévia, licença de funcionamento, mudança de estabelecimento comercial e abertura e fechamento dos estabelecimentos.

Outro projeto votado e aprovado foi a resolução 26/2016 de autoria da Mesa da Câmara que concede licença ao vereador Celson Sousa (PV) para tratar de interesses particulares.

Os vereadores devem votar até o final do ano a Lei Orçamentária Anual (LOA)  e outros  projetos essenciais para Barra do Garças.