Termo de cooperação técnica para consolidação do SIGA é assinado pelo TCE, AMM e UCMMAT

por Dayane Senna/Ascom-UCMMAT — publicado 09/03/2016 15h31, última modificação 09/03/2016 15h31
A presidente da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT), vereadora Edileusa Ribeiro assinou com a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e Tribunal de Contas de Mato Grosso, um Termo de Cooperação Técnica para a consolidação do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (Siga). O documento foi assinado, no final da tarde desta terça-feira (08.03), em solenidade realizada no auditório da AMM.

A presidente da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT), vereadora Edileusa Ribeiro assinou com a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e Tribunal de Contas de Mato Grosso, um Termo de Cooperação Técnica para a consolidação do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (Siga). O documento foi assinado, no final da tarde desta terça-feira (08.03), em solenidade realizada no auditório da AMM.

As instituições envolvidas foram representadas pelo presidente do TCE, conselheiro Antonio Joaquim, pelo presidente da AMM, prefeito Neurilan Fraga, e pela presidente da UCMMAT, vereadora Edileusa Oliveira Ribeiro.

Na solenidade, a vereadora Edileusa Ribeiro ressaltou a importância do sistema para as Câmaras. “Hoje pagamos nove mil reais mensal para manter o software da nossa Câmara, com o SIGA iremos economizar nos cofres públicos e teremos um serviço de qualidade”, disse a presidente. A UCMMAT irá contribuir com a consolidação do SIGA nas Câmaras Municipais.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Guilherme Maluf, anunciou que a AL irá colaborar, com recursos financeiros, na fase de implantação e universalização do SIGA entre as prefeituras, câmaras municipais e outros órgãos públicos como os institutos de previdência no interior do estado. “Em parceria com o Tribunal de contas e AMM iremos levar pontos de internet para os municípios, e assim facilitar a implantação do SIGA nas Prefeituras e Câmaras”, disse Maluf.

O sistema, além de gerar uma economia de mais de R$ 52 milhões anuais aos cofres das prefeituras, vai assegurar maior segurança e proteção aos gestores municipais nas suas prestações de contas, já que permite o acompanhamento diário, em tempo real, da execução orçamentária e de todas as operações administrativas, contábeis e financeiras. "Com o SIGA, os prefeitos terão um aliado capaz de garantir a qualidade, a confiabilidade, a precisão e a absoluta legalidade de todas as decisões administrativo-financeiras de sua gestão", salientou o presidente do TCE, conselheiro Antonio Joaquim.

Outros cinco prefeitos também assinaram o termo. Os prefeitos de Primavera do Leste, Érico Piana, de Campo Verde, Fábio Schreder, de Nossa Senhora do Livramento, Carlos Alberto, "Nezinho", e de Chapada dos Guimarães, Lisu Koberstain, e a prefeita de Poconé, Nilce Mary Leite, são os primeiros a aderirem ao SIGA. Os cinco municípios serão modelo durante o processo de aprimoramento do sistema, fase que deve durar 18 meses.

SIGA

O Sistema Integrado de Gestão Administrativa é um software mais avançado que os similares utilizados por outras Cortes de Contas, pois num mesmo modelo são integrados os subsistemas de Planejamento, Contabilidade, Prestação de Contas, Administrativo e Financeiro.

Com o termo de cooperação, assim que o sistema estiver 100% desenvolvido, testado e certificado pelo Tribunal de Contas, ele será repassado para a AMM que irá assumir a gestão e a tarefa de implantá-lo nas prefeituras e câmaras municipais. (Com Assessoria TCE)