SAC faz visita técnica a aeroportos regionais do Mato Grosso

por Assessoria de Imprensa/Secretaria de Aviação Civil — publicado 10/06/2016 12h34, última modificação 10/06/2016 12h34
Comitiva acompanha projetos dos aeródromos de Barra do Garças, Alta Floresta e Sinop, os mais adiantados do Estado no Programa de Aviação Regional da Secretaria de Aviação Civil

Uma comitiva da Secretaria de Aviação Civil (SAC) – formada pelo diretor do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA), Eduardo Bernardi; pelo coordenador-geral de Planejamento da SAC, Márcio Mafilli, e por representantes do Banco do Brasil – chegou nesta terça-feira (7) ao Mato Grosso para a realização de visita técnica a aeroportos regionais do Estado, contemplados no Programa de Aviação Regional do governo federal.

A agenda começou por Barra do Garças, terminal em fase de Anteprojeto, cujo próximo passo é a licitação para escolha da empresa que vai realizar as obras previstas no projeto do aeroporto. Para o diretor Eduardo Bernardi, “o potencial turístico e econômico de Barra do Graças, bem como de todo o Araguaia, faz valer que o município e a região tenham mais investimentos na infraestrutura aeroportuária”, defendeu. A secretária de Turismo de Barra do Garças, Mônica Porto, e o prefeito município, Roberto Ângelo de Farias, acompanharam a visita.

A missão segue, nesta quarta-feira (8), com vistoria nos aeroportos regionais de Alta Floresta e Sinop, que também já estão em fase avançada no Programa de Aviação Regional. Os prefeitos da cidade estarão presentes. Na quinta-feira (9), está prevista uma reunião com o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte e do secretário adjunto de Engenharia da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística do Mato Grosso, Rogério Ribeiro Arias, e com o chefe da Unidade de Convênios Federais e Programas de Financiamentos do Estado, Fábio Calmon. Por fim, a comitiva se reúne com o governador do Mato Grosso, Pedro Taques, para fazer o balanço geral do Programa no Estado.

Dos 13 aeródromos mato-grossenses contemplados no Programa de Aviação Regional, 9 estão em fase de elaboração de Anteprojeto, etapa que antecede a licitação das obras. São eles: Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Juara, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sinop, Tangará da Serra e Vila Rica. Juína, Matupá e Pontes e Lacerda estão com a análise de Estudos Preliminares concluídas. Lucas do Rio Verde tem Estudos de Viabilidade Técnica em análise.

“A finalidade do Programa de Aviação Regional é expandir a malha aérea brasileira para a maior integração do território nacional e desenvolvimento do sistema aeroportuário brasileiro, com o objetivo de fortalecer os polos regionais e os centros de turismo do Brasil”, destaca o coordenador-geral Marcio Mafilli.

CONEXÃO REGIONAL – Os aeroportos de Barra do Garças, Alta Floresta, Sinop e de outros 10 municípios mato-grossenses estão contemplados no Programa de Aviação Regional da Secretaria de Aviação Civil. O investimento, estimado em R$ 7,3 bilhões, será aplicado na construção ou reforma de 270 aeroportos em todo o território nacional. O programa foi criado com o objetivo de conectar o Brasil e levar desenvolvimento e serviços sociais a lugares distantes das capitais brasileiras.

Os recursos são oriundos do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC), composto por taxas e outorgas da aviação, que só podem ser investidos de volta no próprio setor. A contratação das empresas responsáveis pelos estudos e obras é feita diretamente pelo governo federal, sem repasse de verbas a estados ou municípios.

O programa trabalha para encurtar distâncias, aproximando moradores e turistas dos aeroportos brasileiros. O objetivo é que 96% da população esteja a, no máximo, 100 quilômetros de um terminal aeroportuário. Hoje, mais de 40 milhões de brasileiros vivem a centenas de quilômetros do aeroporto mais próximo da região.