Projeto de lei busca coibir o roubo de gado e o abate clandestino

por Konrad Felipe / Assessor de imprensa da Câmara de Barra do Garças — publicado 16/05/2017 15h05, última modificação 16/05/2017 16h39
Foi aprovado por unanimidade na sessão de segunda-feira (15/5) o projeto de lei 18/2017 de autoria do vereador Julio Cesar (PSDB). O projeto “Dispõe sobre a cassação do alvará de funcionamento de empresas estabelecidas no município que revenderem carnes oriundas de furto e roubo”.

Foi aprovado por unanimidade na sessão de segunda-feira (15/5) o projeto de lei 18/2017 de autoria do vereador Julio Cesar (PSDB). O projeto “Dispõe sobre a cassação do alvará de funcionamento de empresas estabelecidas no município que revenderem carnes oriundas de furto e roubo”.

A lei prevê a cassação do alvará de funcionamento das empresas que comprovadamente venderem carnes oriundas de furto ou roubo. A comprovação se dará com sentença judicial transitada em julgado.

O vereador justifica que o intuito é garantir a tranquilidade do consumidor barra-garcense. “Precisamos coibir a prática que está se tornando constate em nossa região, o roubo de gado e outros animais, para fins de abate clandestino e com isso, garantir a tranquilidade do consumidor barra-garcense”.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.