Câmara de Barra do Garças adere à Greve Geral nessa sexta-feira

por Konrad Felipe /Assessor de imprensa da Câmara de Barra do Garças — publicado 27/04/2017 18h25, última modificação 27/04/2017 18h44
A sexta-feira 28 de abril de 2017 não será um dia comum no Brasil. Está marcada para essa sexta-feira a Greve Geral. O presidente da câmara, vereador Miguelão (PSB) decidiu aderir à greve geral em protesto à reforma da Previdência e à reforma Trabalhista em discussão no Congresso Nacional, proposta pelo governo Temer.

Sexta-feira, 28 de abril de 2017, não será um dia comum no Brasil, pois está marcada para este dia uma Greve Geral. O presidente da câmara, vereador Miguelão (PSB), decidiu aderir à greve geral em protesto à reforma da Previdência e à reforma Trabalhista em discussão no Congresso Nacional, proposta pelo governo Temer.

“Não podemos aceitar nenhum direito a menos. Amanhã está marcada uma Greve Geral contra as reformas da Previdência e trabalhista e a câmara não poderia ficar de fora dessa manifestação nacional. O povo não pode pagar uma dívida de 426 bilhões devida por empresas ao INSS. É preciso que o governo pressione as empresas e regularize essa situação. Enquanto os Estados Unidos desonera a população, o governo brasileiro está acabando com os nossos direitos”, explica o presidente da câmara, vereador Miguelão.

A câmara volta ao atendimento normal na terça-feira, 2 de maio. Por conta do feriado na segunda-feira, a próxima sessão da câmara está marcada para o dia 8 de maio.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.