Segurança atuará de forma integrada nos Jogos Escolares de Barra do Garças

por Marcio Camilo/Seduc-MT — publicado 03/04/2017 14h13, última modificação 03/04/2017 14h13
Preocupação é com a grande movimentação na cidade por conta da temporada de praia em julho

A Segurança foi um dos temas que teve maior atenção durante apresentação da proposta pedagógica para os Jogos Escolares de Juventude de Mato Grosso em Barra do Garças. O encontro foi realizado nesta sexta-feira (31) e contou com a presença de diversos setores do poder público da cidade.

Barra do Garças recebe no mês de julho a etapa estadual dos jogos, que envolve adolescentes de 15 a 17 anos. Nesse período há um grande movimento na cidade, por conta da temporada de praia que atrai turistas do Brasil inteiro. Por isso, a preocupação da equipe dos jogos é que haja um acompanhamento melhor dos adolescentes.

O tenente da Polícia Militar de Barra do Garças, Suarez, destacou que haverá policiamento fixo nos principais pontos turísticos da cidade como o Parque Águas Quentes, Praia das Araras e Porto do Baé. Também haverá policiamento nos locais de competição.

Suarez frisou que o tipo de abordagem aos adolescentes dos jogos será diferenciada. Conforme ele, o trabalho será mais orientatitvo e menos de punição. Já os casos mais graves, envolvendo delitos de estudantes, serão encaminhados para o Conselho Tutelar.

Nessa lógica, o assessor de Desenvolvimento Econômico e Social da Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer (Sael-MT), Flávio Antônio, sugeriu um trabalho em conjunto entre os conselhos tutelares dos municípios envolvidos nos jogos. De acordo com ele, cada conselho conhece a realidade dos jovens de seu município, o que facilitará no trabalho de orientação e abordagem.

Outra preocupação, conforme o coordenador de Esporte Escolar da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), Manoel Fonseca, é com relação aos alojamentos dos estudantes.

Ele disse que há muita reclamação dos diretores das escolas que servem de alojamento, pois alguns estudantes depredam o patrimônio público, como vasos, torneiras e pias. Fonseca disse que embora sejam casos pontuais é necessário mais orientação por parte dos responsáveis dos adolescentes. “A nossa proposta pedagógica também tem o objetivo de melhorar esse quesito, pois chegará uma hora que ninguém vai querer receber esse evento”, alertou.

Proposta pedagógica para os jogos

O secretário de Esportes e Lazer de Barra do Garças, Hebert Penza,  elogiou a iniciativa da Seduc em querer utilizar o esporte como ferramenta de ensino-aprendizagem.

Para ele Barra do Garças pode contribuir e muito com esse processo, pois as escolas possuem ótimos trabalhos que podem ser apresentados durante a semana do evento.

Penze enfatizou que é fundamental unir o esporte com a educação e ao mesmo tempo promover palestras motivacionais, bem como apresentações de danças, teatro e música. “Isso mostra que os jogos não são apenas seletivos, mas inclusivos também”, reforçou o gestor.

Barra do Garças também investe pesado no esporte. Um dos principais projetos são as Escolinhas de Iniciação Esportiva em várias modalidades como basquete, vôlei, futsal e handebol. O projeto visa dar ocupação e assistência social às crianças e adolescentes carentes do município, por meio de práticas esportivas.  

Jogos Escolares

Os Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso serão realizados em 10 etapas regionais e três etapas estaduais. A primeira regional ocorre em Cáceres de 25 a 30 de abril.

O evento reúne cerca de 10 mil estudantes (de 12 a 17 anos) que competem em modalidades como o atletismo, xadrez, ginástica rítmica, basquete, handebol, futsal e vôlei. Os jogos escolares são uma realização da Seduc em parceria com as cidades sedes do evento. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.