Governador e secretário da Setas recebem demandas de Barra do Garças

por Katiana Pereira | Setas/MT — publicado 17/02/2017 17h10, última modificação 17/02/2017 17h10
Colaboradores: Foto: Gcom-MT/Mayke Toscano
O governador Pedro Taques e o secretário titular da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), Max Russi, alinharam o atendimento às demandas assistências reivindicadas pelo prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias. A reunião aconteceu na quinta-feira (16.02) no Palácio Paiaguás e teve a participação de secretários e vereadores do município. Os secretários de Estado de Turismo e Cidades, Luiz Carlos Nigro e Wilson Santos, respectivamente, também acompanharam a reunião, além do deputado estadual, Adalto de Freitas.

O governador Pedro Taques e o secretário titular da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), Max Russi, alinharam o atendimento às demandas assistências reivindicadas pelo prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias. A reunião aconteceu na quinta-feira (16.02) no Palácio Paiaguás e teve a participação de secretários e vereadores do município. Os secretários de Estado de Turismo e Cidades, Luiz Carlos Nigro e Wilson Santos, respectivamente, também acompanharam a reunião, além do deputado estadual, Adalto de Freitas.

O titular da Setas ressaltou que a secretaria tem como meta, neste momento do crise, atender demandas emergenciais do município, entre elas aumentar o acesso da população carente aos programas sociais e promover cursos de qualificação, para avançar na intermediação da mão de obra dos trabalhadores que estão desempregados. “Estamos focados no programa Pró-família, que além de fazer uma transferência de renda vai qualificar a população com cursos que podem de fato gerar mais empregos. Não queremos levar cursos que depois não teremos aproveitamento dessas pessoas no mercado de trabalho. Cada região tem uma característica peculiar da economia e precisamos atender o que o município realmente precisa”, afirmou Russi.

O prefeito Roberto Farias também solicitou a intervenção do Governo do Estado, junto ao Governo Federal, para retomar a construção de um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. Conforme o gestor, a obra está parada há mais de dois anos correndo o risco de ter o investimento perdido. “Esse é um anseio da população local e estamos preocupados que com a demora na retomada. Já fizemos várias tratativas com a superintendência de habitação e não tivemos nenhum retorno. Por isso recorremos ao governador e ao secretário da Setas, já que a pasta faz o filtro social das pessoas que estão em situação vulnerável e podem ser beneficiadas com uma moradia”, disse.

Outra solicitação do prefeito foi a inclusão de cerca de 800 famílias no programa “Pró-família”, que está em fase de votação na Assembleia Legislativa. O programa visa ajudar famílias carentes, que devido a crise econômica em que o país se encontra estão precisando de um apoio maior do Poder Público. “Esse programa está sendo uma prioridade do Governo e da Setas. Estamos confiantes na aprovação na Assembleia Legislativa. Então, iremos iniciar a sua execução e oportunizar uma melhor qualidade de vida para essas pessoas que já passam por tantas privações. Nós temos esse compromisso de não deixar nenhum mato-grossense para trás e não seria diferente para a população de Barra do Garças”, garantiu o governador Pedro Taques.

O Pró-família vai criar uma grande rede de proteção social, com o envolvimento dos agentes comunitários de saúde e assistentes sociais, que serão diretamente envolvidos na execução e acompanhamento do programa. Caberá aos profissionais fazerem um cadastro socioeconômico das pessoas assistidas para que, além do complemento da renda, as famílias recebam apoio educacional e tenha prioridade nos cursos de qualificação ofertados pelo Estado e ofertas de emprego disponibilizadas pelos postos de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.